25 de nov de 2010

Bom para refletir

Recebi este texto e compartilho.

O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza
O coração enfarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a"criança interna" tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

O plantio é livre, mas a colheita é obrigatória ... Preste atenção no que esta plantando!

4 comentários:

FlahH* disse...

Ehhhh meu amigo, eu acredito plenamente em tudo que foi escrito nesse post...temos q cuidar do emocional para não atingir o físico...

A capa de gordura extra que temos no corpo, nós gordinhos, é como se fosse uma capa de proteção, protegendo a gente do mundo e das pessoas que nos fizeram mau em alguma ocasião...


abraços

Gezinha disse...

Perfeito!!!
E eu com dor de garganta...kkkkk
Bjs
Gezinha

Lugreen disse...

Oi queridão!

Adorei o texto!
Sabias palavras!
Escolher boas sementes é o que faz a vida valer a pena e quando estamos colhendo coisas ruins , a esperança é que toda colheita acaba, e podemos escolher e semear tudo de novo com boas sementes!
otimo FDS para ti e sua linda familia!
shalom

Beth disse...

E é por aí mesmo!!!!!
Boa lembrança, amiguinho!
Beijo e ótima semana!