25 de nov de 2009

Melhoras




Eu fico impressionado e empolgado com os resultados quase imediatos das atividades físicas. Recomecei na sexta-feira passada, de leve, e estou aumentando o ritmo gradativamente. Sinto uma melhora nas articulações do ombro e na pressão incômoda nas pernas e, de quebra, um bem-estar indescritível. Ontem só conseguir tempo para caminhar às 23h, mas fui assim mesmo. Hoje foi pela manhã. Estou buscando outros percursos de caminhada. Eu moro num bairro vizinho de algumas chácaras onde a “civilização” ainda não tomou conta, então é comum eu sentir o cheiro de mato, de cocô de boi, ver gaviões espreitando alguma caça, em fim, um descanso para os olhos.
Luto para não me preocupar com os números na balança, sabemos todos que isso é uma conseqüência de nossos hábitos – maus e bons. Vamos em frente!

23 de nov de 2009

Vou correndo e não posso parar

É perder tempo tentar lembrar de quantos recomeços. Alguns só duraram uma refeição...rs. Isso também já aconteceu contigo? Mas... "enquanto houver sol"... antes do AVC (mórbido... eu sei) ...teremos tempo para recomeçar.
Retomei minha reeducação alimentar, que inclui minhas atividades físicas. E foi na sexta-feira passada às 23:10. Foi o único horário que consegui fazer a minha caminhada. Hoje já foi pela manhã.
Estou pesando 108,1 (peso de abril desse ano - 2009).
Começo a sentir os sintomas do sedentarismo: dor no ombro, uma queimação que "anda" pelo braço, fadiga, indisposição, há uma semana uma dor no músculo do pescoço, pressão nas pernas do joelho para baixo.
Fico impressionado como tudo muda, até o paladar muda. Não tenho disposição para comer as coisas boas e saudáveis. E tudo é uma questão de disciplinar o organismo a comer bem ou mal.
Independente da minha rotina alterada pelo cuidado com o pai e muito trabalho, retomei o cuidado comigo, gradativamente, quero chegar a onde parei e continuar.
Estamos juntos nessa.
Agradeço pela força de sempre e tenho certeza que esse apoio mútuo é indispensável "nessa longa estrada da vida, vou correndo e não posso parar, na esperança de ser campeão.."

3 de nov de 2009

Estou vivo

Passando para dizer que estou vivo.
Sem tempo para pensar em mim. Não é exagero. Estou cuidando do meu pai. Faço com muito prazer. Estou colocando as coisas no lugar para voltar a viver equilibradamente.
Sou muito grato pelas visitas e incentivos.
Agradeço a compreensão da ausência nos  blogs e comentários.

9 de out de 2009

Postagem Coletiva

Como eu não vou ter acesso a internet no dia 11, vou fazer hoje minha participação da Postagem Coletiva - 11 de outubro Dia Nacional do Combate a Obesidade.
Após ter perdido 23 quilos muitas coisas foram e estão mudando em minha vida:
a) A auto-estima é um dos pontos mais fortes. É impressionante como a gordura puxa a gente pra baixo, em todos os sentidos.
b) Andar em público, principalmente em lugares com muita gente, supermercado, feiras, por exemplo, ficou mais fácil. Passo em lugares onde antes, nem sonhar, eu dava a volta porque sabia que não ia me caber. É coisa simples, mas, poder passar entre duas pessoas sem pedir licença... não tem preço.
c) Dormir... dormir e acordar descançado. Saber que a minha esposa não está sendo mais encomodada com o meu ronco.
d) Amarrar o tênis sem sentir falta de ar.
e) Cortar a unha do pé sem sentir falta de ar.
f) Comer pizza sem ficar com paranóia que tem gente te olhando e pensando: “Olha lá aquele gordo...”
g) Ter mais opções de roupas para comprar e não comprar apenas a que serve.
h) Jogar bola, jogar voley, andar de bicicleta, correr com os meus filhos livremente, subir numa escada e ter MENOS medo dela quebrar.
E tantas outras coisas, mas o post vai ficar muito grande e em outra oportunidade eu escrevo mais.

5 de out de 2009

"Novo peso"

Uma boa notícia para começar a semana... tô precisando muito! 
Pesei hoje pela manhã e a balança me disse que estou com 104,6. Viva! Na semana passada me exercitei 5 dias. O joelho está quase 100% acho que era ferrugem...rs.rs. Mas, estou indo com cautela sem forçar.

Hoje acompanhei meu pai ao hospital para ser internado. Ele tem problemas de circulação nas pernas, fuma desde "sempre" e já tem 73 anos. Fiquei pensando sobre como podemos estragar o nosso corpo, nosso templo com nosso modo de viver. Com ele foi a cigarro, comigo a má alimentação, a vida sedentária, etc... Meu Deus! Cada porcaria que ingerimos tem suas consequências. Não se trata de nos tornarmos radicais, mas consumirmos com consciência e saber que um dia a conta vai chegar e não tem como entregar para outro pagar, vai se a gente mesmo.


Obrigado pelo incentivo de sempre!

30 de set de 2009

Postagem Coletiva - Dia Nacional do Combate à Obesidade


Dia 11 de outubro é o Dia Nacional de Combate à Obesidade. O Blog Fique INforma propõe que seja feita uma blogagem coletiva para alertar às pessoas sobre os riscos dessa doença.
Veja o restante do texto e como participar AQUI.
Eu já estou participando. Veja o selo no lado esquerdo.
VAMOS ADERIR!


ps.: comecei a usar a farinha de feijão branco. Veja o vídeo do Globo Reporter.

29 de set de 2009

Voltando à "activia"

Olá, minha gente!
Milagre!!!!!!!!!! Estou escrevendo por dois dias consecutivos..rs.rs
Hoje pulei às 6:30 para fazer uma caminhada. Que beleza: sol, vento, pássaros... e depois um excelente café da manhã muito bem acompanhado: minha esposa.
O dia parece ficar mais leve. É um santo remédio o tal de andar a pé.

~ ~ ~ ~ ~ ~ **** ~ ~ ~ ~ ~ ~

Pensando sobre o poder da propaganda, uma meia-verdade repetida várias vezes pode virar uma “grande verdade”. Fico vendo os anúncios do iogurte Activia e no meu entender isso cai muito bem. Eu nunca usei Activia por duas razões: pelo preço e por achar que é uma tremenda enganação, mesmo que resolva para tantos.
Eu não acredito que um iogurte possa substituir uma dieta saudável agregada de frutas, fibras naturais, grãos, verduras, etc... Além do mais, é muito mais barato comprar aveia, linhaça, fibra de trigo e mais outros alimentos e fazer uso deles diariamente!

Já há muito tempo eu mesmo faço o meu cereal e uso um aparelho super moderno para fazê-lo: o liquidificador. Abaixo estão os ingredientes que normalmente uso. As vezes altero alguns, colocando mais ou menos qualquer um deles, sem regras:


  • Linhaça (inteira porque é mais barato)
  • Aveia (procuro a que estiver mais em conta: flocos finos ou inteiros)
  • Fibra de trigo (é como uma palha, não tem gosto de nada)
  • Gérmen de trigo
  • Gergelim
  • Triguilho (aquele para kibe, precisa triturar bem, pois, é muito duro, coloque ele primeiro e bata bem)
  • Farinha de maracujá (esse tem gosto forte, uso um pouco menos) 
  • Castanha de Cajú ou Castanha do Pará ou Amendoim (por causa da caloria não dá para usar todos de uma vez)

Depois de tudo moído adiciono uva passas e coloco num vidro na geladeira. A quantidade dos ingredientes também varia com o gosto do freguês. Eu costumo ter a aveia, a fribra de trigo e o gérmen de trigo como base, formando a maior quantidade.
Eu uso de três a quatro colheres de sopa dessa mistura na salada de frutas, pela manhã e/ou à tarde. Eu já fiz essa mistura colocando um pouco de Clight de morango ou outro similar. Aí só dá para usar com leite, mas o legal é fazer de um jeito que a gente possa usar na comida também.

Usando fibras e tomando muita água, chás (eu uso chá verde) não tem intestino que resista, ele vai soltar com força! As vezes eu passo aperto...rs.rs

28 de set de 2009

Enquanto houver sol!


  

Quando não houver saída
Quando não houver mais solução
Ainda há de haver saída
Nenhuma idéia vale uma vida...

Quando não houver esperança
Quando não restar nem ilusão
Ainda há de haver esperança
Em cada um de nós
Algo de uma criança...

Quando não houver caminho
Mesmo sem amor, sem direção
A sós ninguém está sozinho
É caminhando
Que se faz o caminho...

Quando não houver desejo
Quando não restar nem mesmo dor
Ainda há de haver desejo
Em cada um de nós
Aonde Deus colocou...

Enquanto houver sol
Enquanto houver sol
Ainda haverá
Enquanto houver sol
Enquanto houver sol...

Gosto muito desta letra dos Titãs. É o que tenho pensado em várias áreas de minha vida... enquanto houver sol. Os projeto pessoas, profissionais vão indo bem, a saúde nem tanto: meu joelho começou a dar sinais de desgaste. Acho que nesses 9 meses de RA. Peguei pesado na corrida sem respeitar o peso sobre eles. Com isso ando preguiçoso para razer caminhadas. Mas, hoje, já me mexi, fiz uma pequena caminhada. Nesse último mês embalei no serviço e desandei na alimentação, apensar de alguns hábitos estarem firmes, como comer bastante fibras, verduras e frutas, não foi o suficiente, claro... é aquele caso: 3 pedaços de pizza com refrigerante light. Não adianta nada! Então engordei. Agora estou com 106,6 e "é caminhando que se faz o caminho, enquanto houver sol".
Agradeço todos aqueles que por misericórdia continuando me visitanto e deixando os comentários. Vou colocar as visitas em dia.

18 de ago de 2009

Pouco tempo

Oi, gente!
Tempo... falta dele. Esse é o motivo da minha ausência. Estou com uns projetos pessoais, estudos, trabalho... 
Estou agarrando com unhas e dentes o caminho (SEM VOLTA) da Reeducação Alimentar. As vezes escapo, mas, sem perder de vista os benefícios maiores de ter uma vida saudável.
Meu peso continua oscilando entre 102 e 104. Tenho fotos para postar aqui (antes-depois), mas, só farei quando atingir os 100 quilos, fiz essa promessa pra mim mesmo.

Àqueles que comentam aqui e, muitas vezes, demoram em receber a resposta, peço desculpas, não é "pouco caso". 
Vou continuar ausente até eu me organizar, mas, estou de olho nos blogs de vocês. Abraços!

5 de ago de 2009

Motivação para emagrecer

Abaixo uma sequência de uma entrevista com uma pscióloga sobre motivação para emagrecer e a relação com a comida. Faça como eu, ignore os apresentadores... A terceira parte não mostra o fim da entrevista, não achei no You Tube a parte final, mas é uma boa discução para nós que estamos na luta a favor da mudança de mente.









 

E aqui segue o link para um vídeo/PowerPoint e um nutricionista. EXCELENTE!
http://www.youtube.com/watch?v=Jv-DVzCspLM

3 de ago de 2009

Aaahhhgosto


Não é fácil, mas seguimos em frente nessa batalha. Constatei que desde junho estou parado no meu emagrecimento. Fico ocilando entre um e dois quilos, mas o peso não desce. Por outro lado fico feliz porque estou mantendo o peso, isso é uma vitória para mim, e também estou vendo que alguns hábitos já fazem parte da minha rotina, como fazer exercícios, jogar futebol (atrapalho do time adversário, não chega a ser JOGAR), voltei a jorgar Volei (um pouco melhor do que o futebol), tomar muita água, comer vegetais, frutas e fibras. Ainda este mês, depois do OK do cardiologista, eu faço minha inscrição num projeto da prefeitura e aguardo a vaga para fazer aulas de natação.
Desejo a todos um ótimo agosto, porém, não vamos esquecer que só nos é permitido viver um dia de cada vez, portanto, só por hoje (veja o link).

27 de jul de 2009

O fim-de-semana


O passeio furou :( ... Pensei que hoje seria uma festa de fotos do local, mas não deu. Foi o efeito dominó: um desanimou o outro, o outro... em fim. Só ficou eu e minha esposa animados, e para fazer uma caminhada dessas, pensando na segurança, só nós dois, não dá. Então fica pra próxima. Agradeço pelos incentivos.

Mas não perdi tempo: passei o fim de semana num "esporte espetacular"... piscina, volei, futebol, brincadeiras com as crianças, pique gelo (nunca havia brincado), espinhos no pé (muitos), caça ao rato (esse foi de verdade, lá na dispensa de casa, toda a família participou até a Pit, nossa cachorra de 11 anos, banguela e de cabelos grisalhos. Todos de vassoura na mão. O rato deu olé em todo mundo e ainda conseguiu fugir subindo o muro do quintal, tipo James Bond)... ontem fomos dormir quebrados.

23 de jul de 2009

Desafio da semana


Esse é o meu desafio dessa semana: Subir a pé 0 Pico do Ibituruna aqui na minha cidade (Governador Valadares-MG). São 1.230 metro de altitude. Vamos eu, esposa, sobrinhos e agregados. Sairemos no sábado às 23h. Assim poderemos ver o sol nascer lá do alto. Estou pegando firme na caminhada e corrida. Parte da subida e descida passa por trilhas, pedras, matos... existe uma estrada, mas, andar por ela o tempo todo não tem graça.

21 de jul de 2009

Olha o complô



Olha só a pressão para "ingordar"...rs. Ontem quando estava postando um comentário num dos blogs, ao terminar, olha só a palavra que apareceu pra eu digitar...rs. É a Matrix jogando contra...rs

20 de jul de 2009

Continuo firme!


Estamos aí! Pensei que o mês de junho fosse ser mais tranquilo... que nada. Graças a Deus foi de muito trabalho e coisas da família para resolver e, como o tempo não é de borracha, fiquei sem contato com os companheiros da RA. Agradeço muito mesmo todas as mensagens e incentivos demonstrando o carinho por mim. Estou bem!!!. Fiz exames com um clínico geral. Meu colesterol um pouco elevado, o trigliceres diminuiu. Nem um verminho apareceu..rs. Fui num cardiologista para avaliar o coração. Fiz o eletrocardiograma e o MAPA - Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial, estou aguardando o resultado. 

Estou com 102,3... um pouco descuidado com a alimentação mas, sempre retomando o rumo, nunca retrocedendo. Não posso jogar fora todo o esforço da mudança e trocar o prazer que tenho tido com o emagrecimento com a vida amarga que vivia antes.

Agora vou colocar as visitas em dia.

1 de jul de 2009

Balanço(a) de Junho

103,3!!!! Vixe mãinha!!!

Mudei minha meta para julho. É mais realialista pelo momento que estou vivendo.

As coisas não vão bem. Como já sabemos a balança reflete o que está por dentro. E está tudo bagunçado aqui dentro. Será que é a crise dos 40? Mas, ainda faltam 2 anos! Ai, meu Deus! Até a crise é precosse?...rs.rs.rs

De uns dias pra cá, venho percebendo os mesmos sintomas da depressão/stress do ano passado: irritação, sonolência, falta de vontade... na segunda-feira acordei no meio da noite com taquicardia. Deu medo. Tenho tido conpulsão por doces e meus horários estão desregulados. Ontem cheguei em casa do trabalho às 21:20 e saí para caminhar, não estava me aguentando de tão pra baixo. Se eu ficasse em casa quem iria sofrer seria meus filhos e minha querida esposa que me aguenta à quase 12 anos. 

Ontem voltei a tomar a fluoxetina e comprarei um fitoterápico a base de Valeriana. Todos receitados pelo médico... sem auto-medicação.

Sobre a fluoxetina, eu havia comprado um vidro com 60 comprimidos em Dez/2008 e ele dura até hoje, pois, a medida em que fui retomando os exercícios físicos e a boa alimentação, fui espaçando o uso do medicamento até ingerí-lo uma vez por semana, no máximo. Às vezes passo 10 dias sem tomá-lo. A Valeriana relaxa e faz o sono ser realmente repousante.

É isso. Só de escrever aqui já me sinto melhor. Preciso "me faxinar" por dentro de por fora.

29 de jun de 2009

Nosso apoio


Mais uma novata no caminho light: O nome dela é Val (de Pelotas no Rio Grande do Sul). Visitem o blog (clique aqui) e manifestem o apoio. Todos nós sabemos o quanto isso é fundamental.

Boa semana a todos!

25 de jun de 2009

Instaurar novos hábitos

Ô vida sofrida!!! Estamos aí limpando as lentes para não perder o foco na mudança de hábitos. A balança disse que eu eliminei 500 g... melhor do que engordar...rs. Agora estou com 102,5.

Instaurar novos hábitos e se livrar dos velhos costumes não é nada fácil (quem disse que seria?..rs). Gosto da metáfora-agrícola: é preciso preparar a terra, enterrar a semente, cuidar, vigiar os predadores, esperar crescer e então, colher o fruto. E isso para nós, geração instantânea não é fácil (admiro a filosofia oriental) pois, queremos ver o resultado "pra ontem" daquilo que levamos alguns anos para engolir (literalmente..rs).

O nosso aprendizado é lento, assim como em qualquer nova tarefa, teoria etc.. Lento porque precisa ser duradouro. Precisamos repetir, rever, experimentar, errar em fim, colocar à prova. Precisamos desaprender e reaprender, descobrir novos jeitos de se divertir, de comer (ontem comi pela primeira vez sushi... maravilha divina), viver, amar... abandonar a velharia que nos traz tantos danos. 

Acredito que o principal é trabalhar em nós a disposição de mudança. Os radicalismos são temporários. Promesas podem não ser cumpridas. Mudar de dentro para fora de forma gradual, um hábito de cada vez, sempre visando o que queremos nos tornar.

23 de jun de 2009

Notícias

Olá! Tô vivo, correndo, colocando os trabalhos em dia e a vida também. Acredito que as coisas vão melhorar nesse recesso entre um semestre e outro.

Voltando a sanidade mental, aliás, desde semana passada..rs. Estive viajando a trabalho e ainda esta semana vou viajar mais uma vez. Tenho retomado as atividades físicas.

Quem não gosta de elogios, heim? Tenho recebido muitos e isso tem me ajudado a reforçar minha determinação em NÃO VOLTAR ATRÁS. Mesmo que seja devagar, quero chegar ao meu objetivo.

Agradeço a força de sempre!

15 de jun de 2009

Nova semana, novo peso (a revolta..rs)

Olá, "coolegas"!
Estamos de volta do feriado:
Resfriado, remédio, frio, dia dos namorados, alergia, remédio, pizza, unha inflamada, remédio, churrasco, refrigerante, batata frita, queijos, futebol, voley, anciedade, compulsão, passeio com a família.... e... e.... NOVO PESO: 103... EU MEREÇO!!!!
Eu engordei, mas, foram ótimos momentos.
Estou visitando a todos que posso, mas, pela falta de tempo não tenho deixado comentários. Vou colocar isso em dia.

8 de jun de 2009

Nova semana, novo peso

Iniciando a semana com novo peso: 101,8.

Hoje consegui levantar cedo e fazer exercícios. Minha meta esta semana é fazer isso todos os dias. Com esse frio tá muito difícil, mas vamos lá!

4 de jun de 2009

"Problemas"





Estou com um problemão..... as calças estão frouxas, as roupas estão ficando estranhas..rs.rs... algumas roupas não dão mais para usar. Graças a Deus!!!!

Estava doido para isso acontecer. Quando o "tempo" ($$$$) melhorar, vou providenciar roupas novas. Ganhei três camisas e uma bermuda que ficarão bem daqui a alguns quilinhos. Assim é bom, ajuda na motivação.

Tô no Twitter, me achá lá!

2 de jun de 2009

Vamos almoçar?

Nossa mãe! Hoje o T-Rex se soltou das agulhas (de acupuntura)..rs

Pão de queijo, refrigerante, pastel, coxinha, bala, biscoito de chocolate... claro que não foi tudo de uma vez. Mas uma coisa eu gostei: me deu enjôo, uma coisa esquesita no estômago, me fazendo lembrar que eu não pertenço mais a esse tipo de vida, porém, se não vigiar o vício volta.

Como disse estou lotado de coisas para fazer e administrando mal o meu tempo. A noite passada foi difícil, a cabeça não descança. Vou tentar dormir mais cedo hoje (agora são 20h50).

A foto a baixo foi de um almoço na semana passada: alface, arroz, feijão, tomate, mexirica, mandioca cozida temperada com alho, cury, cebolinha e salsicha.

1 de jun de 2009

Próxima Meta

Com muito custo consegui chegar aos 102,2. Estou muito feliz de ter chegado até aqui. Lá se foram 26,3 quilos para a gordolândia. Muitas variações durante o mês e o peso estacionou. Acredito ser a baixa nas atividades físicas, o tempo está curto e a média tem sido duas a três vezes por semana.

Minha próxima meta é 99. Um sonho sair dos três digitos!

Agradeço a todos os comentários e incentivos. Nossa interação tem sido fundamental na perseverança.

26 de mai de 2009

Vamos tomar café?

Hoje com muito custo venci o frio e fui pedalar e fazer exercícios. Aqui em Gov. Valadares se bate um ventinho a gente logo acha que tá nevando...rs. A cidade faz muito calor!  O bem estar que vem depois é impagável.

Há muito tempo sem postar minhas refeições. A máquina estava sem pilhas. Esse foi o meu café da manhã. O que está escondido em baixo dessas cinco rodelas de pepino, das quatro folhas de alface, meia folha de couve e um ovo cozinho é uma fatia de pão com uma fatia de mortadela de frango. Acompanhando um copo de leite desnatado com aveia, linhaça e germem de trigo. Fechei com chá de hortelã com cinco gotas de molho de pimenta. Espetáculo!!!!

21 de mai de 2009

Funções da Obesidade

Excelente post da nossa companheira Dani (leia na íntegra aqui)

Funções da Obesidade

  • Timidez (ou fobia social)
  • Medo de ser feliz
  • Escudo contra emoções negativas
  • Anti-Stress
  • Defesa contra a própria sensualidade
  • Protesto conjugal
  • Consequências de amores obsessivos
  • Baixa assertividade

20 de mai de 2009

A Tirania do Corpo (de Ballone G.J.)

(trechos extraídos do artigo original que se encontra aqui)


Nos consultórios de psiquiatria começa a aparecer em crescente velocidade os problemas decorrentes da obsessão pelo corpo perfeito.

Algumas mulheres se consideram infelizes ao mostrar uma dobrinha na barriga quando sentam. Alguns mocinhos sacrificam boa parte do tempo em intermináveis e obsessivas horas “puxando ferro” nas academias de musculação. Isso sem contar com aquelas pessoas que atribuem o fracasso da conquista do grande amor a um pequeno excesso de gordura na cintura, a um nariz ligeiramente mais profuso ou a um seio menos farto. Parece estar havendo uma locação anatômica da felicidade, ora no seio, ora no nariz, ora na balança.

O conceito de beleza está associado a ser jovem, como se fosse impossível encontrar o belo fora da juventude. É triste, mas às vezes as pessoas acham que o mais importante é o que aparentam, e não o que são de fato. E é comum dizer-se “– Nossa, você já tem 60 anos? Mas não parece...”. Não parece como? Baseado em que? Ora essa atitude invalida todas as experiências vividas para se chegar aos sessenta, que não se consegue aos trinta ou quarenta.

Alem dos transtornos estimulados pela conjuntura cultural, há ainda o problema imposto às pessoas com sobrepeso (e não obesas). Existem dois agravantes sociais cruciais influindo na vida das pessoas acima do peso ideal; uma influência francamente recriminadora e de exclusão social dos obesos e outra, absolutamente estimulante para a manutenção e desenvolvimento da própria obesidade.

É grosseira e desumana discriminação estética imposta pelos parâmetros ditatoriais das medidas, juntamente com o julgamento do obeso como uma pessoa que não tem força de vontade e que ele é assim por ser preguiçoso. O enfoque discriminatório pode gerar preconceito em relação à pessoa obesa, acaba proporcionando dificuldades para relacionamentos sociais e afetivos, problemas para encontrar emprego e até quadros psiquiátricos gravemente depressivos e conseqüentes a essa marginalização.

Clinicamente a obesidade pode ser considerada hoje uma doença crônica, capaz de provocar ou acelerar o desenvolvimento de outras doenças e que concorre para uma morte mais precocemente. Porém, existem inúmeros estados ou situações entre a obesidade e o simples sobrepeso e as regras de um estado não deveriam ser as mesmas do outro, em termos de felicidade. A obesidade, de fato, deve ser prevenida e corrigida, tendo em vista os sabidos efeitos deletérios sobre a saúde e a qualidade de vida. O sobrepeso, entretanto, deve ser melhor avaliado à luz das repercussões culturais, das restrições sociais e da baixa autoestima que esses fatores estimulam.

Paradoxalmente, em franca contra-posição à tendência repulsiva da sociedade contra a obesidade, a ingestão excessiva de alimentos, desde criança, é bastante estimulada por nossa cultura altamente consumista. A armadilha está no forte apelo cultural através da propaganda, do marketing e da mídia publicitária para a ingestão excessiva de alimentos supérfluos, como balas, bolachas, salgadinhos, cerveja, sorvetes, etc.

18 de mai de 2009

Novo blogueiro!

Olá, a todos.

Gostaria de passar um link para um blog.

É o Luiz Fernando começou exatamente hoje (dia 18/05) no seu processo de emagrecimento. Mais um homem... oba! (arriscado esse meu comentário, mas, eu sou espada..rs). Quero dizer que quase não se vê homens assumindo suas dificuldades com a obesidade nos blogs.

Vamos dar uma grande força! Deixe seu comentário, um link para contato e torne-se um seguidor. Todos nós sabemos como isso nos faz bem e quanto tem nos ajudado. Visite o o blog clicando aqui.

14 de mai de 2009

Sem comentários

Saudações suadáveis a todos!
Tenho corrido em vários blogs para retribuir as visitas (e em alguns novos também), mas estou tendo problemas com o meu navegador e internet. Eu não estou conseguindo postar comentários em agluns blogs: escrevo o comentário e quando tento enviar não vai, não acontece nada. Já tentei intalar e reintalar, mudar de versão e nada acontece. Espero em breve resolver isso para eu registrar minhas visitas também em outros blogs.
Agradeço a todos pelas visitas, comentários e incentivos. Preciso muito!

12 de mai de 2009

5 meses de RA

Hoje completo 5 meses que levei aquele susto (veja o meu primeiro post). Muita coisa mudou. Coisas que nem sei expressar, mas, ELE e eu sabemos. E sei que muitas vão mudar. Estou num processo de metabolismo, vivendo metabolicamente e atingirei o estágio final e desejado por mim (e pela maioria daqueles que por aqui passam): uma vida saudável e livre da obesidade.
Perdi algumas roupas com muito prazer, ganhei algumas que estavam esperando por mim numa parte do guarda-roupas. Lembro-me de uma vez que ganhei algumas roupas de um conhecido da família que havia feito uma gastroplastia e as roupas haviam ficado largas. Hoje, posso passá-las para frente, pois, não me servem mais!

Estou há 5 meses sem comer hambúrguer (sem sacrifício), há 1 mês sem comer pizza (com um certo sacrifício), há 11 dias sem comer churrasco (nossa!), há 24 horas sem tomar sorvete (meu Deus, que sacrifício), há 15 minutos sem comer empadinha (recheada com frango e palmito... huumm).

Minha família tem consumido mais frutas, legumes e verduras e menos doces e besteiras alimentares. Outra dia me dei contra que estávamos sentados à mesa degustando uma grande melancia que a minha filha (3 anos) me pediu para compra: “Pai, cê tompa meancia?”. Antes seria uma grande pizza com refrigerantes, etc...


A imagem acima é do pedaço do meu cinto que cortei. Preferir cortar um pedaço a aumentar os furos, não quero pensar na possibilidade de voltar a trás. Corto e jogo fora simbolizando o que eliminei.


Meu peso atual é 103,8

11 de mai de 2009

Algumas notícias sobre a obesidade

Hoje fiz um cliping de notícias sobre a obesidade:


Fiquei indignado com essa notícia que li no blog do Anselmo de Portugal. Quanta falta de consciência de uma mãe!!!


Na Holanda uma boa notícia a favor da saúde das crianças e contra os Fast Foods.

80% dos adolescentes gordos permanecerão gordos no futuro e podem vir a desenvolver algum tipo de câncer (veja o vídeo aqui).

Obesidade infantil pode ser definida até 5 anos de idade.

Programa Obesidade em Foco (não conhecia esse programa). Fala sobre uma técnica cirúrgica que altera um dos itestino e não o estômago. Me parece mais uma propaganda dos profissionais, mas vale a pena ver.

5 de mai de 2009

O que nos motiva?

Existe outra pessoa que mereça mais do que nós mesmos todo esse esforço? Fico pensando sobre a motivação para a busca dessa vida saudável que tanto almejamos. (Bem... não sejamos hipócritas, queremos olhar no espelho e nos ver com aquela roupa que estava na vitrine. Mas, há pessoas que são magras e não possuem saúde para comer, fazer exercícios em fim, viver. Por isso penso que o foco deve estar em hábitos saudáveis e... já postei sobre isso... chega).
É por nós toda essa mudança de vida e (depois) o emagrecimento.
Se coloco minha decisão de mudar “nas mãos do outro”, para alguém me aceitar, notar, elogiar, ajudar... seja essa pessoa quem for, já estarei dando um passo para o fracasso.
Digo isso por experiência própria. Já esperei por companheiros de caminhada, academia, dieta etc... Nunca deu certo. Só consegui algum resultado quando agia sozinho, buscando forças em mim mesmo. O senso de necessidade e urgência é subjetivo. Não ignoro a necessidade consciente (ou inconsciente) de aceitação, porém, não posso condicionar minha vontade, minha força de mudança à percepção do outro.
Temos que nos comprometer com a pessoa que vemos no espelho todos os dias.
Nós somos o alvo do nosso esforço!

4 de mai de 2009

De volta do feriado

Ufa! Limpei quintal e calçada, pedalei 12km na sexta (meu filho me acompanhou bravamente e minha filha, na cadeirinha..rs), no sábado 4km de bike + corrida de 1,5km, no domingo um passeio gostoso com a esposa, filhos e vovó (minha mãe) e, mais à noitinha futebol + exercícios + 10km de bike... ainda foi pouco para combater o aniversário (churrasco) e o almoço de sábado, ou melhor, a sobremesa do sábado: coco ralado com creme feito com leite condensado... vixe!
Mas, voltei com menos 100 gramas: 104,7.
Sobre o churrasco do sábado, antes de ir, comi um cozido de legumes e verduras em casa 40 minutos antes de sair, chegando lá, servi um prato de salada e alguns pedaços de carne, assim não houve tanto espaço para a comilança. Chegando em casa, muito chá verde. No outro dia não senti aquele peso terrível no estômago.
Então, temos mais uma semana pela frente em que temos a oportunidade de escolher nossas atitudes diante dos desafios:

Se você fugir das suas dores emocionais, elas se tornarão um leão agressivo. Se enfrentá-las, elas se transformarão num animal de estimação. Critique, no silêncio da sua mente, cada sofrimento. Não faça da sua emoção uma lata de lixo dos seus problemas. Proteja-se. Pense antes de reagir diante das ofensas.” – Augusto Cury no livro Dez Leis Para Ser Feliz (Ed. Sextante).

30 de abr de 2009

Balanço(a) de abril

Jáá? Nem vi passar o mês de abril.
Fiz uma avaliação da minha Reeducação Alimentar e percebi onde estava pecando: havia diminuído o consumo de frutas, líquidos (água, chás e sucos) e vegetais, estava pulando as refeições não dando muita importância, com isso, comia mais e beliscava entre as refeições. Também não usei os dentes com eficiência (mastigar devagar uma porção menor e triturá-la bem – o estômago não tem dentes, preciso ajudá-lo). O clima não está tão quente e afrouxei na atividade física (tenho sentido menos calor e transpirado muito menos – alguém notou isso, também, com a diminuição do peso?).
O resultado foi o aumento de calorias, a diminuição da saciedade.
Então, nesses dias finais, olhei a bússola e reajustei o leme e, apesar de não ter alcançado a meta, fecho o mês de abril com 104,9 com gostinho de vitória.
Somos um laboratório ambulante e estamos numa fase metabólica onde passamos por mudanças no caminho da evolução. Ressalto que não me refiro à evolução como atingir o IMC ideal, mas, sim a maturidade do ser.
Minha meta para o mês de maio é de 101 quilos. Devagar e sempre!

>>>Aí vem o feriadão!<<<

Vamos combinar: Não existe feriado... é só uma coisa da nossa cabeça... tipo Matrix..rs.rs

Agradeço as visitas, comentários e aos novos seguidores do meu blog. Por falta de tempo, às vezes passo pelos blogs, mas, não deixo comentários. Vou colocar as visitas em dia.

27 de abr de 2009

Nossa responsabilidade

Olás!
Atolado no trabalho, devagar nas atividades físicas, escorregando no cardápio. Espero que até amanhã (terça-feira) as coisas voltem à normalidade.
O vídeo abaixo é um Globo Reporter sobre obesidade infantil (há outras partes da reportagem). Acredito que além de nos curar, temos um papel fundamental na próxima geração, concientizando-os sobre a obesidade. Assim tenho feito com os meus filhos. Além dos males que essa doença desencadeia, procuro conversar sobre o preconceito em relação as pessoas obesas. Assim como não rimos de um cego, cadeirante etc, não devemos fazer qualquer discriminação com um obeso.


22 de abr de 2009

Volta do feriado, volta dos números



Quê quê isso?! Ontem à noite eu mandei ver numa macarronada e depois fiz um sanduiche de pão integral+queijo+mordatela+molho shoyo+azeite... Aí que medo!!!! Mas, estava gostoso.
Vou pedir para usarem pregos ao invés de agulhas na seção de acupuntura dessa semana.

Olha o "novo" peso: 106,1... sem desespero. Agradeço a balança por me alertar..rs

17 de abr de 2009

Ajudando o médico

Após ler o artigo da Mirella G. B. de Castro – Psicóloga (não a conheço), resolvi escrever algumas coisas que ando pensando. Resguardo-me do plágio, indicando a fonte aqui.

Muitos médicos são rotulados como incompetentes por não terem conseguido resolver um problema do paciente. No nosso caso a perda de peso.

Porém, um especialista (seja de qual área for) não tem condições de trabalhar sozinho, é preciso a ajuda do paciente que, “cá pra nóis”, é o maior interessado. Sem essa parceria nada acontece.
É preciso a união entre os conhecimentos especializados do profissional da saúde e à nossa determinação.

Aprender a conhecer as causas também é nossa parte. Podemos, sim, aproveitar os momentos “pós-jacadas” (detesto o termo jacar..rs), para nos conhecer melhor, saber o que nos levou a isso. Uma conversa franca com o meu EU, antes de COMEter aquela farra calórica pode, em muitos casos, adiá-la. Somos um ser completo e não existe divisão, nem só "mente" ou só "físico".

Em minha opinião de LEIGO e, por experiência própria, a obesidade revela a superfície do problema. Os ataques compulsivos à comida apontam sentimentos que precisam ser trabalhados em nós. E, disposto a ser apedrejado, ouso dizer que, não acredito que um endocrinologista ou um nutricionista (somente) resolvam o caso.

Agora, momento de confissão:
Ontem, fui fazer compras no supermercado. Quando estava em direção ao caixa, voltei como um viciado em busca de uma guloseima. Parei em frente á gôndola de chocolates, doces, balas... Olhei, salivei... era o TRex... peguei uma barrinha pequena... e o diálogo começou:
- Poço?
- Eu poço. Sou uma pessoa livre.
- Como vou me sentir?
- Muito Bem, claro!...(e já sentia o gosto daquele chocolate ao leite na boca)
- Vou me sentir mal, depois.
- Poço resistir?
- Poço.


Deixei vagarosamente a barra no lugar e ainda parei para admirar aquelas balinhas fofinhazinhas que iriam derreter em minha boca... aaah!

Que batalha suada, meu Deus! Não me lembro de uma como essas.
O fato não estava em comer chocolate. EU COMO CHOCOLATE, LASANHA, FEIJÃO TROPEIRO, FEIJOADA... sem culpa, mas, o que deixou atordoado foi a minha reação nervosa diante de uma mísera barrinha de chocolate (era pequena mesmo).
Em fim, fui pra casa e comi meus cereais (aveia, linhaça, farelo de trigo, passas etc.) com leite desnatado. Fiquei feliz, vitorioso e não saudosista pelo chocolate. Ainda estou a pensar naquela reação.
~~~~~~~~~~
Pesei hoje: 105,5
Deus é bom!

15 de abr de 2009

Profissão Reporter

Além d'Eu, tem mais alguém que não assistiu o Profissão Reporte sobre obesidade e anorexia?
Veja aqui.



"A repórter Júlia Bandeira passou um mês no ambulatório de transtornos alimentares do Hospital das Clínicas de São Paulo para registrar o dia a dia de pacientes vítimas de anorexia."
Texto extraído do site da Globo

13 de abr de 2009

Acupuntura e novo peso

Post grande... tenha paciência.

Como já havia informado, me entreguei à acupuntura e auriculoacupuntura. Trem bão de mais da conta! Esperei algumas seções para escrever sobre os resultados. Não queria me pegar empolgado, mas, não tenho dúvidas sobre os resultados:

• Minhas dores na panturrilha se foram na primeira seção;
• Houve uma melhora impressionante na ansiedade e, com isso, estou tendo que me lembrar de comer nos horários corretos (milagre!).
• Nas minhas atividades físicas a energia aumentou significativamente.

Eu recomendo!
Sei que o lance das agulhas assusta, mas a verdade é que elas são muito mais finas do que aquelas que temos em casa. E outra, há pontos que não doem! O que sentimos é apenas uma sensação de uma picada como de formiga o que passa em 30 segundos, em média. Após a seção, a gente sai quase flutuando..rs
Quem se interessar aqui está um link para uma lista de doenças tratáveis com acupuntura (destaco o item tratamento da obesidade com supressão do apetite em 95% dos casos).
A foto é da minha orelha. Após a seção, essas sementes de mostarda são afixadas com adesivo em pontos específicos para que eu possa pressionar várias vezes ao dia, durante 5 dias.



A semana que passou foi daquelas gostosas: aniversário dos pimpolhos (6 e 3 anos). Parece que foi ontem que em 2003 peguei aquele zoiudo no colo pela primeira vez e três anos depois, fiquei admirando embasbacado aquela princezinha magrela no berçário da maternidade.
Então, vamos lá... comemorar, tudo ao quadrado: Sorvete², Batata Chips², Pizza², Bala², Chiclete², Bombom²...
Comi sem culpa, porém, menos do que "anormalmente" comeria.
A solução foi “castigar” na atividade física na quinta, sexta e domingo (caminhada, corrida, exercícios e futebol... só para atrapalhar o time adversário, eu não jogo nada).

Resultado: - 1,300 quilos.
Meu peso atual é 106.
Viva eu, viva tu, viva o rabo do tatu!

8 de abr de 2009

Atualizando e MSN

Atualizando peso: 107,3. Devo comemorar cada grama eliminada!

Quero disponibilizar meu MSN

Quando pedir para adicionar, escreva que pegou o meu endereço no blog.
Vixe! Quero ver o que vai dar...

1) Por favor, não envie fotos ou textos de cunho pornográfico e preconceituoso, arquivos de PowerPoint...

2) Eu não uso esse endereço para comunicação em hipótese nenhuma.

Eu acesso a internet, na maior parte do tempo, no meu trabalho, portanto, há momentos em que não posso responder (quase o tempo todo..rs), mas, deixe o seu recado e, assim que possível, entraremos entrando em contato.

3 de abr de 2009

Novo peso, nova meta

Ufá! Até que em fim consegui saber quanto estou pesando: 107,5!!!!
Nem to acreditando. As calças já estão caindo, mas a ficha ainda não. Lá se foram 21 quilos.

Estabeleci uma meta para abril de 104 quilos. Alguém torceu o nariz? É baixa? Penso que ela é prudente, considerando que preciso consolidar os novos hábitos alimentares, a atividade física e a relação com o meu corpo, ou seja, continuar trabalhando internamente sobre o que tenho buscado. Fico assustado com algumas coisas que vejo pelos blogs. Concentram-se na perda de peso e por dentro não buscam a cura interior. É como tratar uma ferida superficialmente.

Então a “coisa” vai além dos números na balança. É o que está por detrás ou no íntimo de cada um de nós que precisamos conhecer. Perfeitos? Não acredito que seremos. O que é ser perfeito? Mas, acredito que podemos identificar nossas fragilidades para lidar melhor com elas e o Tempo se encarrega de trazer a maturidade.

2 de abr de 2009

Meu peso? Heim?





É isso. Eu não sei quanto estou pesando. Na semana passada fui todo animado à farmácia de costume, onde me peso desde dez/2008. Surpresa!

- Cadê a balança?
- Vendemos... não temos mais balança.
- ?!

Voltei pra casa e decidido a comprar uma balança digital. Já estava nos meus planos me presentear com uma quando atingisse os 20 quilos. Comprei.


O negócio é que ela está indicando uma pesagem diferente da que eu estava acostumado. Então, estou à procura de uma balança que me sirva de referência para ver qual é a diferença que minha está indicando, se é para mais ou para menos. Só nesta semana já subi em 6 balanças diferentes (4 só num dia). Quando eu souber o meu peso eu informo...rs, aí poderei estabelecer minha meta para o mês de abril.

30 de mar de 2009

Diário Alimentar



Deve ter sido muito bom o Câmera Record de sexta passada...rs. Havia colocado até um lembre no celular, mas, não deu pra assistir (Se alguém tiver um link para o vídeo do programa, por favor me passe). Fui convocado às pressas para uma conferência sobre Atividade Maxilar Flagelativa da Carne. Traduzindo: Churrasco com Amigos.

Aliás, os festejos começaram na sexta e só terminaram no domingo, porque minha mãe voltou das prolongadas férias na casa da vovó. Então, fomos (eu, esposa e filhos) para as boas-vindas. Que disposição! Mas, não deixei de lado as atividades físicas. Caminhei 6 km no sábado; hoje pela manhã, fiz exercícios localizados em casa já que estava com o tempo apertado... não posso deixar a preguiça montar.

Abaixo segue uma tentativa de anotar o meu cardápio. Não consigo fazer essas anotações. Admiro quem consegue. Mas, dá pra ter uma referência de como me alimento... muito! Às vezes inverto o lanche da noite com o jantar, outra dia como só frutas após às 18h. Não fico preso. A regra pra mim é comer com qualidade. Quando falo para as pessoas o que como, alguns ficam admirados. Veja e se quiser, opine.


06h: 1 babana

7:50 - Café da manhã: A) 1 fatia de pão integral ligth com pasta de gergelim + 2 colheres (sopa) proteína de soja + 1/2 tomate + 2 cebolinhas B) 150ml de leite desnatado com 1 colher do Meu Cereal* + 2 ameixas secas.
* Meu Cereal: aveia, farelo de trigo, farinha de linhaça, castanha de cajú moída, uva passa e fibra de maracujá.

Lanche: Não (Me distraí com o trabalho. Não façam isso em casa!)

12:30 - Almoço: A) 1 colher de arroz. B) 1 colher (arroz) de feijão. C) 3 colheres (arroz) de vagem refogada com ovo e tomate D) 3 colheres (sopa) abacaxi picado E) 1/2 colher (sopa) de farinha.

16h - Lanche: 1 barra de cereal + 1 copo 200ml suco maracujá.

18:40 - Lanche: 2 biscoitos cream craker light.

20h - Jantar: 6 colheres (arroz) de vagem refogada com ovo e tomate.

Líquido durante o dia: 2,5 litros (incluíndo água e chá).

27 de mar de 2009

"Estamos" na TV

É hoje, às 22:45h, Câmera Record.
Avise a todos!
Vamos prestigiar nossas colegas lights!!!

Texto extraído do site do programa:

"Você já ouviu falar em grupos de ajuda para emagrecer? Nossos repórteres acompanharam o encontro de um grupo de mulheres acima do peso. O objetivo? Discutir dietas e dividir experiências. Elas já tentaram de tudo, de simpatia à hipnose. Cansadas de seguir conselhos de leigos, hoje se reúnem com a musa inspiradora, Kelly, a mulher que depois de perder 70 kg, criou um blog e virou "guru" das gordinhas que quererem entrar em forma."

Gente, quem é Kelly? Ela tem blog? Qual o endereço?

26 de mar de 2009

Fracasso

Durante as minhas atividades físicas sempre levo de companhia o rádio/MP3. Ontem, ouvindo o Primeiro Programa (Transamérica, de 6h às 8h) – sou fã desse programa – ouvi esse texto que me fez pensar muito. Pensei em postar aqui por achar que tem muito a ver com nossa luta a favor de uma vida saudável. Corri no site do programa gravei o áudio e transcrevi:

Para se tornar a pessoal que você deseja ser, elimine de uma vez por todas o problema persistente chamado Medo do Fracasso.

Fracasso não significa que você é um fracassado, significa que você ainda não teve êxito;

Fracasso não significa que você tem sido tolo, significa que você teve muito otimismo;

Fracasso não significa que você foi desacreditado, significa que estava disposto a tentar;

Fracasso não significa que você tem falta de capacidade, significa que você deve fazer algo de modo diferente;

Fracasso não significa que você é inferior, significa que você não é perfeito;

Fracasso não significa que desperdiçou sua vida, significa que têm motivos para começar de novo;

Fracasso não significa que você deve desistir, significa que deve lutar com maior afinco;

Fracasso não significa que jamais alcançará a sua meta, significa que vai levar um pouco mais de tempo;

Fracasso não significa que Deus o abandonou, significa que talvez Deus tenha uma idéia melhor para você.

Elimine o medo do fracasso e prossiga!
Sucesso é uma questão de não desistir. O fracasso é uma questão de desistir cedo demais.
O fracasso pode ser um motivador se dele tiramos uma lição.

Extraído do livro Insight 1 de Daniel Carvalho Luz.
Para adquirir este e outros livros do autor acesse http://www.primeiroprograma.com.br/

23 de mar de 2009

Olha a conta!

Saudações saudáveis a todos!

A semana que passou foi um tempo de reflexão sobre muitas coisas, entre elas a minha coragem de tocar num assunto publicamente, ou não. Sabe como são os homens, sempre reticentes.

Ponderei, venci o preconceito e resolvi escrever pensando no compromisso que tenho comigo mesmo de mostrar como a obesidade é realmente prejudicial à saúde, indo além do aspecto aparente.

Na segunda-feira passada tive uma surpresa desagradável: Hemorróida – mais precisamente um Trombo Hemorroidário. Que coisa doída! Parece que estou o tempo todo com um espinho no fiofó.

Fui ao proctologista, comecei um tratamento e daqui a 30 dias farei uma avaliação para ver a necessidade de uma cirurgia.

Lendo sobre o mal nos fundilhos, constatei as possíveis causas:
  • Dificuldade de evacuação
  • Gravidez, parto, fase pré – menstrual do ciclo
  • Factores alimentares
  • Posição sentada durante muitas horas
  • Obesidade: o excesso de peso também aumenta a pressão nas veias abdominais
  • Obstipação, vulgarmente conhecida como prisão de ventre
  • Gravidez: em virtude da pressão que o feto exerce sobre as veias da parte inferior do abdome
  • Vida sedentária: diminui o estímulo para a digestão dos alimentos e a irrigação sanguínea do ânus
  • Componente genético: casos de hemorróidas na família podem indicar predisposição para desenvolver a doença. O inverso também é possível, isto é, desenvolvimento de hemorróidas sem que haja precedentes familiares
  • Dieta pobre em fibras e pequena ingestão de líquidos
Os anos de sedentarismo, obesidade e má alimentação estão cobrando a conta. Mas, quando me levantei pra brigar não achei que seria fácil e estou disposto a encarar.

Vamos em frente!
Novo peso 109,2

16 de mar de 2009

Novo Peso

109,6

~ ~ ~ **** ~ ~ ~

Na sexta-feira comecei meu tratamento com acupuntura e auriculoterapia. Não é bicho de sete cabeças. As agulhas são finíssimas e em 1 minuto (em média) elas param de incomodar. O que é melhor e a sensação de relaxamento. Quanto aos efeitos, ainda é cedo para avaliar e posteriormente eu relato.

~ ~ ~ **** ~ ~ ~

Que bom receber visitas e comentários no meu blog. Me sinto tão prestigiado!
Muito obrigado, mesmo!

12 de mar de 2009

Comemorando 3 meses

Hoje comemoro três meses que tomei a decisão de mudar o rumo da minha vida.

Novos sabores, novos prazeres, novas pessoas com histórias antigas, já experimentadas por mim, e que suscitam a empatia e o desejo de estender a mão ao mesmo tempo em que busco compreensão.

Novos sentimentos que, por insistência e consciência da necessidade, se instauram lentamente e se contrapõem aos operantes, maléficos, persistentes, aos fundamentados desde a tenra idade distorcendo meus valores, subestimando minhas capacidades e (des)governando minhas relações.

Esses noventa dias foram suados (literalmente). Às vezes me pego travando um diálogo com o meu desejo de comer, que é diferente de ter fome (ainda não sei distinguir precisamente). Pergunto o que está me provocando essa vontade. Nem sempre consigo encontrar a reposta, mas, persisto em entender, domar e destronar esse Tiranossauro Rex.

11 de mar de 2009

Aventuras Culinárias

Matando a saudade de postar minhas aventuras gastronômicas. Elas têm ficado para os finais de semana, pela falta de tempo durante a semana.

Um café da manhã:

> Leite desnatado com farinha de linhaça, farelo de trigo e aveia.
> Pêra (óbvio..rs)
> Pão integral light recheio de azeite, abacate e molho shoyo. Cobertura de requeijão.

Até comi mais devagar para demorar a acabar.

Almoço:

> Macarrão com molho feito com lentilha, aveia, molho pronto (tipo Tarantela da Arisco) e queijo magro ralado.
> Salada de azeitona, tomate (colhido no pé que meu filho plantou junto com a vovó), cebolinha em conserva, mortadela de frango, azeite e orégano.
Meu Deus! Deixou saudade.

10 de mar de 2009

Atualizando o peso

110,5
Com a grande força de Deus e ao valoroso incentivo que encontro nesse universo virtual/real/internacional/multiétnico/multireligioso/agnóstico/multicolorido...da blogsfera light.

~~~~~ *****~~~~~

Lendo um artigo sobre a acupuntura e a obesidade, pincei alguns trechos. Tô pensando em levar algumas agulhadas...rs

Estudos realizados na Alemanha constataram que, quando o excesso de peso de uma pessoa ultrapassa 10%, o seu período de vida é reduzido em 18% e quando esse excesso supera os 30%, o tempo de vida diminui drasticamente para 50%.

Entre as doenças mais comuns causadas pela obesidade estão: arteriosclerose, envelhecimento precoce, celulite, infarto do miocárdio, hipertensão arterial, distúrbios de ordem emocional, etc.

A Medicina Chinesa indica uma alimentação farta em cereais, legumes e verduras e pobre em enlatados, gorduras, carnes e produtos industrializados. Também aconselham a não misturar proteínas e carboidratos na mesma refeição. O objetivo é facilitar ao máximo o processo digestivo, desintoxicar o organismo e aumentar a eliminação.

Quando o organismo está em harmonia, não guarda substâncias indesejáveis.

A beleza exterior também depende da beleza interior. Se a pessoa não estiver emocionalmente equilibrada, não terá harmonia.

4 de mar de 2009

Remédios que eu tomo

Sei que todos que estão em fase de emagrecimento (para o Lobo é desengordamento...rs) ou ainda aqueles que já alcançaram sua meta, são abordados por amigos e parentes com a célebre pergunta: “... o que você está tomando?”, “Tá de dieta?”. Minha resposta é sempre a mesma: Estou fazendo Reeducação Alimentar. Mas, aí vêm novamente: “Entendi... mas, o que você está fazendo?”. Sei que por trás da pergunda está: “qual é o medicamento que vc está usando?” Então, resolvi revelar o que ando tomando:


Consciência de que obesidade é uma doença que precisa ser encarada como tal. Ela se desenvolve em cada indivíduo por motivos particulares. Não quero entrar no mérito, nem tenho subsídios científicos para isso. No Brasil, em 1989, 32% da população adulta era obesa, em 2008 o percentual subiu para 40,5%. Eu estou incluído nesses números há muito tempo.


Atitude
de enfrentar esse mal que me priva de viver, de participar do crescimento dos meus filhos, de executar tarefas simples e que me faz passar por constrangimentos diversos. Essa doença traz consigo outras tantas. Doenças do corpo e da alma.


Tomo também um comprimido que expande os horizontes: a – que é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem. Minha fé não é infundada ou baseada no efêmero do ter e, sim, do ser. Acredito que exista um só Deus soberano que faz questão de se relacionar com cada um de nós de modo singular, fazendo de nós sua morada. E eu, como indivíduo cheio de falhas e incertezas, carrego em mim um Ser que me ajuda a pensar antes de comer e quando “como errado”, me mostra o que ocasionou o erro.


Paciência
para ver os resultados. Costumo dizer que a obesidade está instalada em mim há muitos anos e não vai ser tão rápido que ela vai embora. Preciso ter paciência comigo mesmo, para me conhecer e saber detectar minhas ansiedades e buscar resolvê-las de maneira saudável e não na comida.


Perseverança
. Não posso me desanimar com minha “falta de educação alimentar”. Estou num processo de aprendizado que mudará (e tem mudado) muitas coisas. Preciso ser constante, sem pressa e para sempre, e não afoito e descontrolado. Perseverar é conservar a minha força, minha ação e meu alvo.


Às vezes alguns desses comprimidos perdem a força dentro de mim. Mas, a sempre um novo dia, até o fim de nossos dias.

2 de mar de 2009

Nova meta

É... o saldo do carnaval foi positivo. Voltei com 800 gramas a mais na bagagem, mas, dá-lhe caminhada e exercícios... Consegui fechar o mês com 111,9. Maravilha!!!

Na semana que passou notei que meu corpo ficou pesado (é uma sensação estranha). Acho que era ressaca da má alimentação do carnaval: comia 4 vezes por dia com espaços longos e não tinha muita opção. Mas, comi feliz, sem culpa na consciência (tenho exercitado isso). Além disso, foram dias sem atividade física. Então, na quinta-feira retomei e a caminhada e a endorfina age como um bálsamo. Impressionante como funciona. Começo a admirar a vida, as pessoas, os lugares...

Tenho tido dores na panturrilha e fiquei muito preocupado. Informando-me sobre isso, li que o stress dos músculos pode causar dores. Às vezes, faço caminhadas duas vezes por dia (6h às 7h e 18h às 19h). Então, vou reduzir o esforço físico para dar uma trégua para os músculos, afinal são 111,9 quilos. Ainda é muita coisa para se mover por aí. Tenho caprichado nos alongamentos (antes, durante e depois) e usado saco de gelo, assim que chego em casa e tem sido muito bom. Por esse motivo, repensei minha meta para o mês de março. Estabeleci uma média de 900 gramas por semana. Eliminar sem pressa e para sempre!

Agradeço os comentários feitos no post anterior sobre as mudanças com o emagrecimento. Foi muito inspirador, para todos.

Vejam essa matéria na Isto É dessa semana:
Menu inteligente
A ciência comprova que a comida certa tem o poder de aumentar a capacidade de raciocínio, aprendizado e memória

21 de fev de 2009

Olha os 112,1 aí, gente! Chora balança!

Fui consultar a balança, minha amigooona..rs. Ela disse que eu estou com 112,1. Alcancei a meta de fevereiro. Mas, não me iludo. Vamos ver o saldo do carnaval.
Parei pra pensar no que tem mudado em minha vida:
Tenho dormido melhor. Acordo descansado porque o ronco e apnéia já não existe (pelo jeito, minha esposa também está dormindo melhor... ninguém merece dormir com alguém roncando do lado). Como conseqüência o dia anda melhor, sem dores nas costas e no pescoço. Também tenho (tinha) uma dor no ombro direito pelo esforço repetitivo devido ao meu trabalho. Agora, quase não me lembro que tenho ombro. Raramente ela aparece. Os exercícios estão sendo fundamentais.
A minha relação com o espaço físico também tem me causado surpresas. Ando em lugares com muita gente (supermercado e feiras, por exemplo) e passo em lugares que antes não passava. E os banheiros públicos de onde eu trabalho? Putz! Aquelas portas não foram feitas pra gente gorda. Pensaram nos cadeirantes, mas não pensaram nos obesos. Passar de lado já estava difícil.
Em fim, parece que realmente quando a gente muda o mundo muda.
A lista é grande e cada um tem as suas dificuldades. Se você que está lendo este post e quiser compartilhar comigo (conosco) o que tem mudado em sua vida, escreva seu comentário. Vou (vamos) adorar ler.

Bom feriado para todos!

19 de fev de 2009

Panos novos

Fui comprar roupa hoje. Ainda numa loja de tamanhos especiais... :/ Até forcei a barra numa camisa GG, mas, ainda, não deu. Mesmo assim fiquei feliz, por que na compra anterior eu havia levado para casa uma M do XGG (Veja na foto a camisa de baixo. A de cima é a nova). Uma coisa de louco! Dá pra vestir uma geladeira duplex e estava começando a ficar preenchida com o usuário. Ainda estou usando ela. A nova é só XGG...;). A calça, eu assustei, porque não sabia que meu manequim, ou melhor, meu boneco de neve, era 54 e já estava ficando apertado. Hoje olhei na etiqueta da minha bermuda. Comprei uma calça 52. Maravilha! Agora, as cuecas... me ofereceram aquelas de cós com coisinhas escritas... quá, quá, quá! Eu falei pra vendedora: Pra quê? A barriga vai tampar tudo! Em fim, trouxe as tradicionais GG, daquelas que quando colocas no varal e bate um vento parece biruta de aeroporto...rs. Valei-me, Santos Dumont!!!!

14 de fev de 2009

113,3

Pesei hoje...
Saí da farmácia, assim: 113 e 300, 113 e 300, 113 e 300... pra não esquecer. Igual a gente faz quando não pode esquecer um número de telefone, mas, não tem caneta pra anotar. Fui com os meus filhos e nem dei muita atenção ao que eles estavam falando... Não queria ter que voltar à famácia por esquecer o peso...rs.rs.rs
Deus é bom!!
Tenho feito a opção de comer frutas, após às 18h. As vezes acompanhadas com um pão integral ou biscoito. Na quinta-feira eu pedalei 16 quilômetros. Pensei que nem ia levantar para trabalhar, mas fiquei muito bem.
Ontem, encontrei com uma grande amiga e falei pra ela de como o blog e o incentivo dos companheiros blogsferienses têm me ajudado. Ando por aí visitando alguns blogs e confirmando como nossas angústias são idênticas.

12 de fev de 2009

Batata com Sardinha


Semana corrida! Nova agenda, novos alunos, novas dores...rs
Na segunda-feira senti um leve dor na panturrilha que agravou-se após uma caminhada no fim da tarde ao ponto de andar mancando. À noite, me aventurei num enlatado light (sardinha) com pão integral e queijo magro. Pra que! Não dormi direito. Acordei várias vezes com a sensação que a coisa estava parada no meu estomago. Quase engoli um gato pra ver se ele comia a sardinha que não descia nem subia. Na quarta-feira a dor da panturrilha foi embora, mas, o danado do peixe continuou a fazer estragos... não tomei café da manhã, almocei obrigado, somente líquido entrou. Só no início da noite que a coisa ficou melhor. Parece que o danado resolveu mergulhar para as partes escusas, menos iluminadas.
Hoje, levantei bem disposto... pensei: “É hoje que tiro o atraso dos dias que fiquei de molho”. Fui ao banco. Quando desço da moto, piso novamente de mau jeito e a dor da panturrilha volta. Putz!
As forças malignas da obesidade não estão pra brincadeira!
Mas, no meio de tantas vicissitudes, um refrigério: mantive meu peso.
E como nesse blog o assunto sempre passa por comida, para os “distraídos” a panturrilha também é conhecida como batata da perna – logo batata com tanto carboidrato.

8 de fev de 2009

Pesagem

Surpresa excelente que eu tive esta semana. Na quarta-feira eu estava com uma sensação de que havia engordado, ou pelo menos inchado. É que nós começamos pegar comida em um restaurante e sabemos que o conceito ligth, passa longe. Também abusei da quantidade... Ainda teve o pote de sorvete que fui obrigado a comprar (obrigado mesmo) porque o meu filho extraiu um dente e a dentista recomendou dar sorvete a ele, aí, o pai e mãe, entraram na onda..rs
Então, me sacudi e apertei as caminhadas e os exercícios na academia.
Pesei ontem: 114,3Kg (menos 1,9Kg).
Saí da farmácia (onde sempre peso), andei um quarteirão e voltei... pensei que poderia ser um erro da balança. Subi novamente. 114,3Kg. Meu coração quase saiu pela boca. Parecia criança quando ganha um doce... (opa!) uma fruta.
Agradeci muito a Deus e pensei nos companheiros que me acompanham aqui no blog. Queria logo compartilhar com todos essa minha alegria.

5 de fev de 2009

Estabelecer pequenas metas




Pensando em me manter motivado, estabeleci pequenas metas alcançáveis a curto prazo, mês a mês. Assim, conseguirei administrar melhor minha mudança de hábitos e possíveis deslizes e, ainda, sentirei o prazer de ter alcançado os objetivos daquele período.

Para chegar ao meu IMC ideal eu estabeleci onde quero chegar num prazo de um ano, ou seja, de dez/2008 à dez/2009. Quando chegar lá aos 95kg (que não é o IMC ideal), farei uma nova “grande meta” e seguirei rumo a ela.

Para o mês de fevereiro: 113kg.

4 de fev de 2009

De volta!

É... de volta à rotina. Isso significa: atividades da profissão (veja meu outro blog), levar filho a escola, supermercado, feira, atividades com a igreja... ufa! Alerta vermelho! Isso significa: comer qualquer coisa que achar pela frente por falta de tempo ou para conter a ansiedade.. vixe!
Porém, já me preparei. Comprei um arsenal light para o trabalho: barra de cereal, pacotinhos de Clight, biscoitos light – assim não tenho desculpas para me intoxicar na cantina. Também estou revendo o meu horário de trabalho para incluir as atividades físicas diárias.
Pesei ontem: - 900g
Vamos em frente!

31 de jan de 2009

Pesei hoje

Que sensação boa! Subir numa balança e ver os números menores do que antes: menos 1,7Kg!! Na minha opinião, a balança deve ser encarada como nossa amiga. É ela quem dá o primeiro alerta de que algo não vai bem.

Ontem foi feriado em Governador Valadares e fomos para a casa do meu irmão... churrasco. Levei na bolsa o chá verde (banchá), fiz um litro e meio para substituir o refrigerante. É muito diferente comer carne com um líquido quente. Fica muito mais leve. Também, além de duas colheres de vinagrete e um docinho de leite na sobremesa, não comi outra coisa que não fosse carne. À noite uma fruta e muita água.

Agora vou ali (de mineiro...rs) andar de bicicleta com os filhos e fazer uns exercícios na academia ao ar livre.

Obrigado pelos comentários, visitas e incentivos.

28 de jan de 2009

Sopinha









Experimentei hoje essa sopinha. Nunca ouvi falar de missô. É um ingrediente tradicional da culinária japonesa. Pra quem gosta de soja é uma boa. Eu gostei. Apenas 29 calorias!

27 de jan de 2009

Cardápio do almoço

Como já disse, gosto muito de cozinhar. Porém, sou péssimo com receitas. Faço no improviso.
Meu almoço de hoje:
  • Arroz feito com azeite, linhaça e uma boa dose de alho.
  • Frango com abóbora, aveia e leite (temperos: curry, corante, orégano, alho, pitada de pimenta e sal)
  • Salada: vagem, maçã, beterraba cozida, ovos de codorna (produção própria...rs, temos uma codorna).
Meu filho mais velho (5 anos) aos poucos está parando de reclamar do cardápio.
Pela manhã, caminhada e academia e muita água.

26 de jan de 2009

De volta!

Entre mortos e feridos... salve-me da comilança. “Ganhei” 1 quilo e meio... que presente, heim?! Se não fosse a caminhada, seria bem mais. Graças a Deus pela alegria da parentela em nos receber: papa de milho verde, mandioca com leitoa assada, leite de vaca (e não da Tetra Pak), bolo, churrasco, rosquinha de nata, bananada feita em fogão de lenha.... que disposição.

Hoje já retomei minha saudável rotina. No almoço foi: refogado de vagem com ovo e linhaça, salada de tomate com maçã, frango com abóbora e uma colherinha de arroz.

Obriga a todos pelo incentivo!!!!