16 de ago de 2010

(RE)Adaptação

Olá para todos! A semana que passou foi de readaptação e esta também, será. Readaptar a comer corretamente nas horas certas, atividades físicas. Ainda estou me exercitando apenas uma vez por semana, numa partida de 1h30 de vôlei. Amanhã eu me peso oficialmente e coloco aqui no blog.

Esta semana eu ganhei uma camisa do tipo “quase serve”, faltando alguns QUILINHOS para que ela fique bem. Quando mostrei para uma pessoa, todo feliz porque havia ganhado um presente, essa pessoa disse: “- Mais uma para o seu guarda-roupa.”

Bem... mágoas a parte. Realmente tenho muita dificuldade nessa luta contra a obesidade, que na verdade, reflete o desarranjo interno que carrego ao longo dos meus 39 anos. Isso me fez lembrar quantas roupas eu tenho que não me servem mas, elas ficaram lá, me esperando, porque não posso desistir. É questão de sobrevivência COM SAÚDE.

Agradeço a todos por lerem minhas palavras e pela força.

15 comentários:

Gatapininha disse...

Olá
Faço votos que esta seja de vez.

jokas

by Daia disse...

Olá... é isso aí, faça desta camisa sua meta!!! E quando chegar, use outra pra meta...
é assim que chegamos lá...
Desistir :: J A M A I S....

Boa semana pra ti!!!
=Nós vamos conseguir...

um abraço

Val disse...

Oi Brian
Quer saber, pessoas assim estão cheias pelo mundo, parecem que nasceram para jogar baldes de água congelada em qualquer um. Mas, fazer o que, temos que ser fortes, mesmo com tanta gente contra.
Aliás, tenho certeza de que são elas que nos motivam, resta saber se para continuar na mesma ou para mudar.
Beijocas e estou torcendo por vc.

Dany disse...

Oiiiii...Brian,
que bom que está voltando a sua rotina com a R.A e que está se preocupando com sua saúde!
Desejo um ótimo recomeço pra ti e que vc realmente não desista de vc,continue firme!!!
BjO

cinthia angyn disse...

Oie...
Brian,
Hoje vim aqui pedir sua ajuda, preciso muito da ajuda de todos vcs p conseguir alcançar meu objetivo, voltei a postar no meu blog hoje, e espero poder contar com sua ajuda e sua amizade.
Obrigada!!!
Beijossssssss

Emagreçendo Feliz disse...

Oie...
Brian,
Hoje vim aqui pedir sua ajuda, preciso muito da ajuda de todas vcs p conseguir alcançar meu objetivo, voltei a postar no meu blog hoje, e espero poder contar com sua ajuda e sua amizade.
Obrigada!!!
Beijossssssss

Beth disse...

Brian, feliz retomada! E nem ligue para quem duvidar de você, o importante é que você acredite! E você tem tudo para acreditar, porque tem a sua própria história como exemplo, sabe o quanto já melhorou seus hábitos, sabe o quanto tem uma nova consciência, sabe que é capaz. E as derrapadas, por mais chatas que sejam, fazem parte de qualquer percurso, nada é em linha reta. E se pensar muito bem, linha reta é uma chatice que acaba enjoando e dando menos oportunidades de nos conhecermos melhor, de nos desafiarmos mais e de nos aprimorarmos de verdade.
Esta história de RA é para sempre, não há um 'chegou aqui e pronto', a gente tem um exercício diário, para toda a vida e é normal que vez ou outra a gente dê uma descambada. Só o que não podemos, não devemos, não queremos e não faremos é: chutar o balde. Vemos que a coisa andou mais desandada do que poderia/deveria, nos aprumamos e vamos em frente de um jeito melhor, engrenamos novamente e tudo volta a fluir bem.
Eu também tenho mil vezes estas fases, são bobeadas, sei lá o que dá. Também há 3 semanas não me vejo do jeito que posso ser, do jeito que gosto e sei fazer tão bem e, obviamente, já há sinais bem visíveis no corpo e nas roupas. Ou seja, mais de 2 meses com comportamento lindo e evidências do benefício e em 3 semanas a coisa já some...rs
Mas a gente não desiste nunca, vamos em frente, vamos para vencer a parada e ela é vencida assim, às colheradas..rs
Beijos!

Emagreçendo Feliz disse...

Oie...
Obrigada por poder contar com vc...
pode contar comigo p que precisar também.
Beijosss

Paula Brieze disse...

Se pudéssemos ter consciência do quanto
nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão.
Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros. Entristecemos-nos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos. Calamos-nos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo carinhoso 'porque não estamos acostumados com isso' e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos. E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos dos outros, da vida, de nós mesmos. Consumimos-nos.
Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença.
E o tempo passa... Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa. Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: "E agora?".
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos,(de fazer R.A. e acreditar que vamos emagrecer - sim nós podemos!). Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos. O que engordamos, engordamos.Olhe para frente!
Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.
Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo passageira, ainda está em nós. Pense. Não perca mais tempo! Comece ou re-comece já sua R.A.!! Beijos e força na peruca..............

Anselmo disse...

Oi Brian, na RA há avanços e recuos, perdas e ganhos. É necessária uma constante adaptação aos novos hábitos pois mesmo aqueles saudáveis que já mantinhamos à meses têm de ser revistos.
Muita força. Abraço.

Beth disse...

E aí Brian, tudo beleza? Sempre em frente? Torço para um SIM!!!!
Beijos

Beth disse...

Ei! Psiu! Sumiu é?
Apareça! Abração.

Denise Carceroni disse...

Oi!

Este é um convite para participar, novamente, da postagem coletiva no Dia Nacional de Combate à Obesidade, promovida anualmente pelo Infobeso - Um blog de Peso e que está na sua terceira edição.
Passe por lá pegue seu selinho e no dia 11 participe. As regras estão nesse link: http://infobeso.blogspot.com/2010/10/postagem-coletiva-dia-nacional-de.html

Participe!

Um abraço

Profa. Esp. Denise Carceroni

Ciz disse...

Desarranjo interno.....desarranjo interno....desarranjo interno?

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Faz tempo que não venho aqui, Brian. Passei por alguns contratempos na vida, mas com fé e muita força de vontade a gente vai pondo o nosso eu em forma. Fico na torcida e lhe desejo muito garra. Beijos