17 de ago de 2011

Quem fará por nós?

Corrido. Muito corrido. Tantas coisas a fazer e ando meio desorganizado.
As atividades físicas vão bem. Ontem fui pela manhã na academia e às 18h enquanto meu filho estava na natação fiz uns aeróbicos. Hoje também fui na academia voando, foram só 40 minutos mas, é melhor assim do que não ir.

Alguns escorregões na alimentação por falta de planejamento.

Hoje à noite aconteceu uma coisa interessante (pra mim). Fui assistir a uma palestra num auditório que há muito tempo não ia. Depois de um tempo assentado na cadeira me veio as lembranças do espaço que antes eu ocupava. Fiquei feliz demais! E quando alguém precisou passar não fiz força para ceder espaço. 

Eu e você podemos querer outra vida? Se nós desistirmos, quem fará por nós?



Depois que vi essa ilustração, nunca mais vi o logotipo da Pepsi do mesmo jeito..rs.rs



12 de ago de 2011

Quase na meta!

Meu peso hoje é 
100,5
Tenho trabalhado a ansiedade por ver o peso baixar. Quando vejo um exemplo como o da Pete Camargo me anima muito na questão da espera. Foram 8 anos para elminiar tantos quilos.
Mais uma vez, agradeço o apoio de todos que comentam visitam e fazem citação.
Nada é mágico, é questão de planejamento... até a "mágica" é planejada e por exautivas vezes ensaiada. Estamos todos aprendendo a nos descobrir. Ninguém é melhor do que ninguém nessa caminhada. Cada um tempo o seu tempo.

Vejam os produtos que comprei hoje numa horta orgânica (sem agrotóxicos): alface, jiló e beringela. R$1,50 o quilo do sacolão. Fiz a beringela no vapor... vixe! Comi demais!

Um fim de semana saudável e planejado para todos!

8 de ago de 2011

Vivo


Acrodei hoje com a sensação de estar vivo. Essa redundância é o que encontrei para definir meu sentimento. Olhar em volta e sentir que posso tocar a vida, as pessoas, os animais (temos 3 bixinhos lá em casa), olhar os alimentos saudáveis que ingeri hoje no café da manhã e dizer: Sejam bem vindos!..rs.rs.rs Confesso que me pego conversando com os alimentos..rs.rs. Coisa de doido? Já pensou eu contar meus problemas a um pé de Alface?..rs.r.s Prometo que não irei chegar a tanto.

Ontem fiz uma corrida/caminhada as 7h da manhã outra às 15h e às 21h joguei 40 minutos de volei. Exite tratamento anti depressão-stress-obesidade-colesterol mais barato do que esse?

Conversei com meus filhos e esposa ontem sobre minha minha doença: obesidade. Expliquei os males que a obesidade traz consigo e que eu não gostaria de deixar como herança o meu corpo subjugado a uma cama como vítima de um AVC, tendo minhas fraldas trocadas e meu banho sendo feito por eles. Disse a eles que estou em tratamento, levando tudo a sério como questão de sobrevivência. Eu gostaria muito de assitir e participar do crescimento deles com saúde. Ver cada um tomando o seu rumo, ver as vitórias, curtir os netos... em fim me sentir vivo.

5 de ago de 2011

Lombo Canadense

Vou escrevendo em tópicos pra ficar mais fácil e ágil, visto que o relógio está andando 2 vezes mais rápido esses dias.

1) Agradeço sinceramente o apoio através das visita e comentários. Hoje, não consigo desvincular o emagrecimento sem o apoio em grupo. É muito bom saber que quem está lendo (ou pelo menos a maioria) sabe do que se trata por já ter vivido ou vivi o que passamos.
Gostaria até, de que esse contato fosse pessoal mas, na minha cidade só conheço a Bethânia e não sei se aqui existe o grupo Comedores Compulsivos Anônimos que seria uma ótima opção para compartilhar.

2) Esta semana a família pediu pizza a noite. Veio a pergunda: "Amor, vamos pedir uma pizza?". ALERTA VERMELHO acendeu na minha cabeça. Alguns segundos parado olhando pra minha esposa... tic, tac, tic, tac... pensa, pensa... tic, tac...e ela disse: "Mas, você não tá comendo, né?"... tic, tac.... Eu respondi: "Qual é o problema? Pode pedir." Como minha cota de carboidratos já havia vencido e estou evitando ingerí-los após as 19h horas, enquando a pizza estava a caminho, fui a cozinha e arrematei a salada deliciosa que havia servido no almoço com meu chá que sempre fica de plantão. A pizza chegou. Fiquei com meio pedaço pra matar a vontade (lombo canadense). Zero de refrigerante... escovei os dentes, me preparei pra dormir. No outro dia, no almoço, comi um pedaço inteiro tranquilamente. Em "outra vida" eu teria comido três ou quatro pedaços + o refrigerante. Confesso que algumas vezes já acordei de madrugada com refluxo, sentindo o gosto do queijo misturado com o suco gástrico na boca. Meu Deus, era suicídio lento!

3) Minhas atividades físicas estão indo bem: academia, caminhada e corrida. Esta semana no mesmo dia fiz uma caminhada cedo e uma corrida à noite e ontem,  duas caminhadas (uma média e outra a curta distância).
Meu peso marcou hoje
101kg

Vou visitá-los agora!

1 de ago de 2011

Agosto com gosto

Olá para todos os guerreiros que estão no campo dessa batalha a favor de uma vida saudável!
Pensei que o mês de julho fosse ser manso mas, foi apertado. Muito trabalho! Por isso minhas visitas aos companheiros tem sido devagar.

Meu peso hoje é 102kg

O mês começa e muita coisa estão na pauta, inclusive alcançar minha meta de emagrecimento: 100 Kg. Queria mesmo é deixar de vez a casa dos 3 dígitos mas, tenho que ser prudente no emagrecimento, sem loucuras. Afinal meu "engordamento" veio durante minha vida inteira e não vai ser num passe de mágica que ele vai embora. O foco deve ser a mudança de mente, das relações internas, se descobrir e reeducar-se.

Após alguns ensaios tomei coragem e fui comprar uma calça pra mim. Confesso meu medo de ter que pedir um número maior do que o que levei para o provador, por isso já levei dois números: 48 e 50. Encarei e fui logo vestindo a 48... ENTROU!!!!!!!!! Nem olhei pra n°50..s.rs.rs. Eu já usei n° 54. Sinceramente, fiquei me olhando no espelho e se demorasse mais iria chorar de emoção. Não me lembro de quando vesti um número desse, talvez há uns 20 anos atrás. A calça ficou quase 100%... uns 2 quilos a menos ela fica do jeito que eu gosto. O bom que servirá de estímulo para alcançar minha meta.

Levei a família ao circo, desses em que o palhaço é o malabarista, o vendedor de pipoca e o ponei (?!). Vale a pena pelo programa em família. Mas, o que quero destacar é as mudanças que vão acontecendo na relação do corpo com o espaço de quem vai emagrecendo. Eu sentei na arquibancada montada com aquelas tábuas finas! Meu Deus... antes eu passaria longe ou ficaria tenso o tempo todo esperando a qualquer momento que uma tábua rompesse. Assim como ficava com aquelas cadeiras de plástico que, aliás, tenho três quebradas no meu currículo - e uma delas eu fui ao chão... mas a culpa era do chão... muito encerado..rs.r.s.rs

Semana passada fui buscar o veículo no mecânico e fui de ônibus. Me senti diferente. O fato de andar de ônibus também já foi muito tenso pra mim. Passar na roleta... meu Deus.. o que é aquilo? É preciso criar uma estratégia para transpor aquele obstáculo. Assentei-me tranquilo naquelas cadeiras apertadas... e uma pessoa veio e se assentou perto de mim..rs.rs.rs. Pareci piada mas, muitas vezes antes as pessoas ficavam em pé por sabiam que não ficariam confortáveis dividindo um banco com uma pessoa do meu tamanho.

Essas experiências servem para a reflexão de como um obeso vive tensões de várias formas. Considero-me em processo de cura pois tenho feridas profundas que interferem no meu modo de ser/viver e nas minhas relaçoes com o próximo.
Termino esse extenso post com a letra de uma música linda de Sérgio Pimenta (Só Quem Sofreu):

Só quem sofreu pode avaliar quem sofreu.
Pode se identificar, pode ter o mesmo sentir.
Só quem sofreu tem palavras de puro mel
Que transmitem todo o calor para quem precisa de amor.