9 de out de 2009

Postagem Coletiva

Como eu não vou ter acesso a internet no dia 11, vou fazer hoje minha participação da Postagem Coletiva - 11 de outubro Dia Nacional do Combate a Obesidade.
Após ter perdido 23 quilos muitas coisas foram e estão mudando em minha vida:
a) A auto-estima é um dos pontos mais fortes. É impressionante como a gordura puxa a gente pra baixo, em todos os sentidos.
b) Andar em público, principalmente em lugares com muita gente, supermercado, feiras, por exemplo, ficou mais fácil. Passo em lugares onde antes, nem sonhar, eu dava a volta porque sabia que não ia me caber. É coisa simples, mas, poder passar entre duas pessoas sem pedir licença... não tem preço.
c) Dormir... dormir e acordar descançado. Saber que a minha esposa não está sendo mais encomodada com o meu ronco.
d) Amarrar o tênis sem sentir falta de ar.
e) Cortar a unha do pé sem sentir falta de ar.
f) Comer pizza sem ficar com paranóia que tem gente te olhando e pensando: “Olha lá aquele gordo...”
g) Ter mais opções de roupas para comprar e não comprar apenas a que serve.
h) Jogar bola, jogar voley, andar de bicicleta, correr com os meus filhos livremente, subir numa escada e ter MENOS medo dela quebrar.
E tantas outras coisas, mas o post vai ficar muito grande e em outra oportunidade eu escrevo mais.

5 de out de 2009

"Novo peso"

Uma boa notícia para começar a semana... tô precisando muito! 
Pesei hoje pela manhã e a balança me disse que estou com 104,6. Viva! Na semana passada me exercitei 5 dias. O joelho está quase 100% acho que era ferrugem...rs.rs. Mas, estou indo com cautela sem forçar.

Hoje acompanhei meu pai ao hospital para ser internado. Ele tem problemas de circulação nas pernas, fuma desde "sempre" e já tem 73 anos. Fiquei pensando sobre como podemos estragar o nosso corpo, nosso templo com nosso modo de viver. Com ele foi a cigarro, comigo a má alimentação, a vida sedentária, etc... Meu Deus! Cada porcaria que ingerimos tem suas consequências. Não se trata de nos tornarmos radicais, mas consumirmos com consciência e saber que um dia a conta vai chegar e não tem como entregar para outro pagar, vai se a gente mesmo.


Obrigado pelo incentivo de sempre!